terça-feira, 28 de abril de 2009

Save The Frogs Day

Hoje comemora-se o 1º  Save the Frogs Day e a mensagem não podia ser mais clara... Salvem os anfíbios eles estão a desaparecer.

Os anfíbios são bastante importantes, na cadeia alimentar, sendo que as sua larvas se alimentam de algas limpando as águas, os adultos alimentam-se de vários insectos (possíveis vectores de doenças), e servem de alimento a numerosos animais, desde invertebrados, a peixes, aves e mamíferos. Estes adoráveis animais são importantes bioindicadores, pois tendo uma pele muito permiavel, absorvem com facilidade produtos químicos tóxicos, não conseguindo viver em locais poluídos... sendo assim os anfíbios são indicadores da qualidade da agua, avisando-nos quando esta esta poluída ou não. Não bastando vários anfíbios ajudam-nos a preservar a nossa saúde, sendo essenciais para o estudo de vários medicamentos, com a curiosidade de que 10% dos galardoados com prémios Nobel de medicina e fisiologia usaram anfíbios nos seus estudo....O que aconteceria se eles desaparecessem?

Pois é  :( ... na verdade eles estão a desaparecer... cerca de 1/3 das espécies de anfíbios no mundo estão em perigo de extinção, e na ultimas duas décadas cerca de 100 espécies de anfíbios foram extintos.

As suas principais ameaças são a destruição de habitat, as alterações climáticas, o aumento dos raios UV, a introdução de espécies exóticas, o aumento da poluição e pesticidas e Doenças infecciosas, tudo isto causado pela actividade humana, tudo isto por NOSSA culpa.

Sendo assim é nosso dever proteger  estes animais e espalhar a palavra, convencer as pessoas que os anfíbios são nossos amigos e uma mais valia para o planeta, e contrariar a ideia de que eles são indesejáveis e nocivos.

Não devemos usar pesticidas e poluir o menos possível o nosso planeta, não largar os antigos animais de estimação na natureza pois eles alem de poder transmitir doenças podem competir ou mesmo predar a fauna nativa, e por fim e provavelmente o mais importante neste momento....devemos espalhar a informação de que os anfíbios são bons e nossos amigos, apelando para a sua conservação a todas as pessoas, principalmente aos mais novos :)

Por favor visitem o site www.savethefrogs.com

Cumprimentos
João Morgado

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Rela Comum (Hyla arborea)

Esta bonita rela é um anuro de pequeno tamanho não ultrapassando os 5cm de comprimento, sendo caracterizada por uma coloração verde  clara e por uma banda escura com margem branca, que se estende desde o orifício nasal até à base das patas posteriores.
O seu período reprodutivo começa na primavera,sendo que os machos são os primeiros a chegar aos locais de reprodução, começam a cantar em coro, sendo muito territoriais. Cada fêmea pode depositar entre 200 a 1400 ovos e as larvas eclodem poucos dias depois, alimentando-se de matéria vegetal e detritos.
Os adultos alimentam-se de pequenos invertebrados, como aranhas, formigas e pequenos escaravelhos, e podem ser predados por cobras de água e numerosas aves, tendo como principal método de defesa o mimetismo.

Material utilizado: Canon 400D, Canon 100mm 2.8 macro USM

quarta-feira, 25 de março de 2009

Bióloga Portuguesa descobre duas novas espécies de escaravelhos

Ana Sofia Reboleira, bióloga da Universidade de Aveiro descobriu no âmbito da sua tese de mestrado, duas novas espécies de escaravelho até aqui desconhecidas mundialmente.
Estas duas novas espécies habitam no subsolo das grutas da Serra D'aire e Candeeiros. e foram encontrados a cerca de 100m de profundidade, sendo que até aqui apenas era conhecida uma espécie de escaravelho cavernícola nesta zona, que passaram a três, com esta descoberta como refere a bióloga Ana Sofia Reboleira.

 "Só se conhecia uma espécie de escaravelho cavernícola do maciço calcário estremenho  e passamos a conhecer três"

Estas espécies são únicas desta parte da gruta não existindo em mais nenhum local do planeta, como tal,  devido à sua extremamente pequena população, ao facto de serem extremamente sensíveis à poluição, e sobreviverem exclusivamente naquele ambiente especifico correm sério risco de extinção.
As espécies vão ser apresentadas pela primeira vez à comunidade cientifica mundial em Maio, numa revista alemã da especialidade.

sábado, 7 de março de 2009

Cork - Forest in a bottle III (Documentário)

Para quem não pode ver o documentário deixo aqui em duas partes a gravação que fiz....espero que gostem!

Houve um erro e no segundo vídeo deve começar a visualização no minuto 15:00, é aí que começa a continuação do segundo vídeo.

video

video

Cumprimentos João Morgado

segunda-feira, 2 de março de 2009

Morto a tiro macho do único casal de Águia Imperial que nidificou em Portugal em 2008

Foi encontrado na quinta feira passada na região do vale do Guadiana, morto o macho do único casal de Águias Imperiais (Aquila adalberti) que nidificaram com sucesso em Portugal no ano passado.
A Águia Imperial é uma ave que só nidifica na península ibérica e extremamente rara no nosso país, o seu habitat é principalmente constituído por montados de azinho e de sobro rodeados por searas e matagal arborizado.
Os principais factores de ameaça desta espécie são o envenenamento e a perseguição directa, sendo este ultimo aspecto a causa de morte deste pobre macho que foi abatido a tiro de caçadeira.
Esperemos que o culpado seja apanhado e devidamente condenado, e que se façam mais esforços para proteger esta espécie tão rara em Portugal, tal como a conservação do seu habitat e até mesmo uma vigilância mais apertada, de modo a que não morram mais exemplares duma espécie que segundo o livro vermelho do ano 2006 aponta para apenas 2-5 casais que nidificam no nosso país.


Cumprimentos João Morgado

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Esquilo Vermelho (Sciurus vulgaris)


Este bonito roedor foi dado com extinto em meados do séc XVI e durante quase 500 anos assim permaneceu até que em 1992 foi avistado pela 1ª vez na Serra do Gerês, e foi proliferando até hoje ser considerada uma espécie bastante comum em várias regiões.
O seu nome pode ser enganador pois este esquilo pode apresentar várias colorações que vão desde o vermelho vivo ao preto passando por toda uma gama de cinzentos e castanho, pode medir até 24cm e a sua cauda pode atingir os 17cm ficando levantada sobre a cabeça.
O seu habitat é maioritariamente florestal podendo ser encontrado em florestas de coníferas, florestas compostas, bosques e parques verdes, onde procura o seu alimento, que consiste  em sementes, folhas, frutos, ocasionalmente consume líquenes e cogumelos podendo mesmo comer ovos, pequenas aves e insectos.

Material utilizado: Canon 400d, Telescópio William Optics Zenithstar 80 II ED APO, tripé, abrigo

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Cork - Forest in a bottle II

Espero que tenham visto este documentário espectacular da BBC que deu hoje sobre os montados alentejanos! Foi sem dúvida um dos documentários que mais gozo me deu ver em toda a minha vida!

Deixo aqui um pequeno vídeo muito interessante onde o conhecido produtor Mike Salisbury fala um pouco sobre o documentár
io.

video

E agora deixo-vos com uma fotografia minha ao lado do Mike Salisbury após uma pequena conversa em 6/11/2007 quando veio a Portugal, numa conferência e falou um pouco deste documentário que pode ser visto hoje.


Vídeo retirado de : http://chaparralblog.wordpress.com/2009/02/22/bbc-vida-selvagem-criaturas-do-sobral/

Cumprimentos João Morgado